Co wash: explicando a técnica!

co-wash-explicando-a-tecnica

Sexta feira de novo! Essa semana foi porreta! haha E hoje é o ultimo post da série de “cuidados com os cabelos”, e o tema de hoje: Co Wash!

“Pra variar eu agendei o post pra sair sexta e não conferi, e o WP não liberou ebaaa haha me perdoem!”

Para entender a necessidade do Co Wash  leiam os posts sobre as técnicas de cuidados capilares que falamos aqui essa semana, o Low Poo e o No Poo, aqui e aqui! Agora vamos ao Co Wash!

Nota: Apenas pessoas que realizam as técnicas de No Poo ou Low Poo podem fazer Co Wash, caso você use derivados de petróleo esse método de limpeza pode causar riscos a saúde do seu couro cabeludo!

Conforme falei no post anterior, o Co Wash é uma técnica de limpeza que utiliza um condicionador de base simples como agente limpante. Co Wash significa “lavagem com condicionador” e além de ser o método de limpeza dos adeptos do No Poo, pode ser usado esporadicamente por quem faz Low Poo.

A grande vantagem de não utilizar shampoos, nem sem sulfactantes, é permitir com que o fio aproveite 100% a oleosidade natural que o couro cabeludo produz, mas não pense com isso que pessoas de cabelo oleoso não podem fazer uso das técnicas, pois, se após procurar um médico ficar provado que sua oleosidade não é hormonal ou causada por algum outro problema de saúde interno, significa que ela pode vir de um efeito rebote, causado pela agressão dos sulfatos ao seu couro cabeludo, que ao se sentir fragilizado com a remoção da oleosidade natural produz muito mais oleosidade para suprir o que foi retirado, ou seja, com tempo, paciência e vontade, você pode doutrinar seu corpo a produzir menos oleosidade e além de cabelo mais saudáveis ter menos lavadas de cabelo semanais. 😉

Como “condicionador de base simples” entenda que ele não deve possuir nenhum derivado de petróleo, nenhum silicone insolúvel e nenhum silicone insolúvel, é o que chamamos de condicionador de base simples e dois ótimos exemplos deles são o Yamasterol e o Multy da Salon Line, tem resenha dos dois aqui e aqui.

derivados-de-petroleo-proibidos-low-poo-no-poo

silicones-insolúveis

Os silicones insolúveis são praticamente eternos haha então vou deixar um link de um documento do Google Docs que foi criado pelo pessoal do grupo do Facebook “No/Low Poo” e que é constantemente atualizado, conforme novos silicones vão surgindo ou sendo identificados, aí fica mais fácil acompanhar. Cliquem aqui pra ver o documento.

Os grupos de Facebook sobre as técnicas são colaborativos, então você colabora para que o catálogo de produtos cresça, contando com a ajuda de outras pessoas que já estão há mais tempo na técnica.

NOTA: se um silicone insolúvel vier precedido do prefixo “PEG” ele se torna automaticamente solúvel em água! 😉

“Os parabenos são liberados para ambas as técnicas, e conforme eu já disse anteriormente, algumas pessoas apenas preferem não usar devido o grande coeficiente de alergias que ele provoca em algumas pessoas mais sensíveis e devido a estudos ainda não conclusivos sobre a relação dele com alguns tipos de câncer. Não surte haha você com certeza usa ele há anos e nunca teve nada, pode ser que continue não tendo, ou pode ser que passe a ter. Nunca se sabe!”

Nota: Nunca, JAMAIS, corte o uso de agentes limpantes se você ainda usa derivados de petróleo ou silicones insolúveis, pois, esses produtos se acumularão no sou couro cabeludo e podem causar sério problemas de saúde. Fique esperto 😉

Recomendo novamente, novamente hehe o grupo do Facebook “No/Low Poo para iniciantes”, para você que ser saber mais a respeito da técnica e de como iniciar ela! E caso tenha alguma dúvida, deixe nos comentários ou me mande um e-mail, que farei o possível para ajudar 😉

Gostaram da semana temática? Tem mais algum tema que vocês gostaria de ver dessa forma? Me contem nos comentários! 😉

Me sigam no snapchat em decarvalhoaline, se inscrevam na barra lateral para receber as atualizações do blog diretinho no seu e-mail, em primeira mão e siga nas redes sociais também para receber as atualizações:

Facebook | Twitter | Instagram | Google Plus | Pinterest | YouTube

Beijos e até um ótimo final de semana para todos vocês!

Aline de Carvalho

Sempre amei falar, até descobrir que teclar era falar para lugares onde minha voz não chegava. Paulistana clássica, adoro um shopping, mas esqueço do tempo mesmo é nas livrarias. Vivo com fones nos ouvidos e um livro no nariz, perdida no meu mundinho particular e é ele que divido com vocês aqui, no Vinte e Poucos Anos.

Me conta o que você achou: