Low Poo: explicando a técnica!

low-poo-explicando-a-tecnica

Olá pessoal, tudo bem com vocês? Estamos chegando perto da marca dos 50 posts no blog (ebaaa \o/) então resolvi fazer uma semana temática de “cuidados com os cabelos”, para tirar o atraso de vários posts que prometi e ainda não cumpri haha Hoje vamos falar da técnica que uso atualmente para cuidar dos meus cabelos: o Low Poo!

Que viu o primeiro (e único) vídeo do canal (se não viu clica aqui), me ouviu falando sobre o método de cuidado com os cabelos Low Poo, mas se você é da turma que ficou com uma interrogação enorme sobre a cabeça quando ouviu esse termo, esse post é para você!

É quase impossível falar de Low Poo e não falar de No Poo, seu irmão mais velho haha, mas vou dividir em dois posts para que o assunto não fique muito extenso 😉

Low Poo é o nome de uma técnica de cuidado com os cabelo popularizada pela cabeleireira Lorraine Massey, no seu livro Curly Girl. A técnica de Low e de No Poo foi criada, a principio, para ajudar as cacheadas a cuidar melhor do seus cabelos, incentivando a libertação em relação a ditadura do cabelo liso, porém com o tempo, a técnica correu o mundo e muitas cabeças depois ganhou, desde as lisas até as crespas, se provando um aliado e tanto para o cuidado dos cabelos, além das cacheadas, das adeptas de cabelo coloridos, das pessoas que sofrem com oleosidade excessiva, enfim, se provou incrivelmente bom para a maioria dos tipos de cabelo 😉

Low Poo quer dizer, basicamente, Pouco Shampoo, o que indica que a técnica prega a redução do uso de agentes limpantes fortes e agressivos, permitindo que o fio “respire” e se recupere de agressões, ao mesmo tempo em que você permite que os tratamentos sejam muito mais eficazes para o fio.

Mas como?

Na técnica de Low Poo duas providências são essenciais para que você possa cuidar do seu cabelo de forma segura e correta, colhendo todos os benefícios que a técnica pode te oferecer: primeiro cortando sulfatantes fortes dos seus shampoos, ou seja, trocando shampoos que tenham sulfactantes por shampoos sulfate free. Notem que não são shampoos sem sal, pois, shampoos sem sal, na sua maioria, possuem outros sulfactantes que não sejam o sal comum. E a segunda providência é cortar o uso de derivados de petróleo de modo geral.

sulfatos-proibidos-low-poo

derivados-de-petroleo-proibidos-low-poo-no-poo-01

É importante entender o motivo de cortar esses componentes da “dieta” do seu cabelo. Tudo o que está na tabela de Sulfatos não pode estar em nenhum shampoo, mas caso esteja em outros produtos não tem problema, já o que está na tabela de Derivados de petróleo não pode estar presente em absolutamente nada que você usar nos cabelos!

Os sulfactantes são agentes limpantes agressivos, necessários para remover os derivados de petróleo, que estão presentes na grande maioria dos condicionadores, máscaras, cremes de pentear, óleos reparadores de pontas e quase tudo o que você passa no cabelo, porém ao remover o acúmulo desses derivados de petróleo o sulfato remove também parte da saúde do seu fio, a oleosidade natural que o seu couro cabeludo produz para manter os fios saudáveis.

Os derivados de petróleo, por sua vez, são compostos que dão aparência de cabelo bonito, saudável, porém não proporcionam nenhum benefício para o fio, são apenas uma maquiagem, que você aplica, e o shampoo remove, em cada lavagem, porém tornando seu cabelo cada vez mais fragilizado.

Se o seu cabelo é virgem, talvez você nunca tenha sentido essa fragilidade, pois, ele se recupera mais facilmente e absorve mais facilmente os agentes que realmente tratam o fio que vem misturados nos derivados de petróleo, mas caso seu cabelo seja quimicamente tratado, certamente, em algum momento, você já se pegou desesperada pensando que nada mais dá jeito no seu cabelo e que você vai ficar careca ! #dramaqueen!

Resumindo, é um ciclo sem fim. Você usa derivados de petróleo para deixar o cabelo bonito, mas precisa do sulfato para removê-los, ai o fio fica com uma aparência mal cuidada e você usa o derivado de petróleo para deixar o fio bonito…e assim você vai, até o cabelo “enjoar do produto”, por causa do acúmulo dos derivados de petróleo no fio que deixam ele com os aspecto pesado e sem vida, e então você troca o shampoo e o condicionador e recomeçar tudo de novo!

Quem faz Low Poo pode usar livremente silicones, tanto solúveis quanto insolúveis, pois, o agente limpante presente nos shampoos sufate free, o “cocoamidopropil betaína”, ou como é popularmente conhecido “anfótero”, remove todos os tipos de silicone.

Os parabenos são liberados para ambas as técnicas, e conforme eu já disse anteriormente, algumas pessoas apenas preferem não usar devido o grande coeficiente de alergias que ele provoca em algumas pessoas mais sensíveis e devido a estudos, ainda não conclusivos, sobre a relação dele com alguns tipos de câncer na mulher devido a super dosagem que causamos com o uso dele em muitos produtos. Não surte haha você com certeza usa ele há anos e nunca teve nada, além disso o óleo mineral também é suspeito de causar vários problemas com o uso contínuo. Caso você prefira uma vida mais livre de conservantes e de riscos, evite. Nunca se sabe!

Ahh, sobre a compatibilidade, como eu disse antes, todo mundo que tem cabelo pode fazer (os carecas que me perdoem rs), e somente testando, de forma correta, e aguardando o período de adaptação do corpo, que pode levar até 1 mês, você saberá o resultado em você e se ele te agrada ou não!

Recomendo o grupo do Facebook “No/Low Poo iniciantes”, para você saber mais a respeito da técnica e de como iniciar ela! E caso tenha alguma dúvida, deixe nos comentários ou me mande um e-mail, que farei o possível para ajudar 😉

No próximo post, de quarta feira, vamos falar sobre a variante mais rígida do Low Poo, o No Poo, que como o nome diz, consiste em cortar completamente o uso de shampoos. SIM, COMPLETAMENTE! Haha E é mágico, vocês vão ver!

Me sigam no snapchat em decarvalhoaline, se inscrevam na barra lateral para receber as atualizações do blog diretinho no seu e-mail, em primeira mão e siga nas redes sociais também para receber as atualizações:

Facebook | Twitter | Instagram | Google Plus | Pinterest | YouTube

Beijos e até quarta feira com o pessoal que não usa shampoo haha!

NOTA IMPORTANTE: não corte o shampoo com sulfato da sua rotina a menos que você tenha cortado todos os derivados de petróleo, pois, caso contrário poderá haver acúmulo, que em certos níveis pode causar problemas de pele no couro cabeludo, tais como caspa e dermatite!

Aline de Carvalho

Sempre amei falar, até descobrir que teclar era falar para lugares onde minha voz não chegava. Paulistana clássica, adoro um shopping, mas esqueço do tempo mesmo é nas livrarias. Vivo com fones nos ouvidos e um livro no nariz, perdida no meu mundinho particular e é ele que divido com vocês aqui, no Vinte e Poucos Anos.

8 Comments

  1. Aline, tudo bem?
    Quero tratar meu cabelo com produtos mais naturais e por isso estou pensando em adotar a henna em meus cabelos, será que essa técnica é compatível com cabelos hennados? Ou pode provocar o desbotamento do pigmento?
    Obg!

  2. Queria saber dicas de máscaras (h,n e R) liberadas para low poo… Você poderia fazer um post sobre… Adorei o blog muito bem explicado e de forma clara.

    • Olá Bruna, muito obrigada!

      Anotadíssimo! Vou fazer um post indicando as etapas de cronograma que eu mais gosto da categoria Low poo 😉

Me conta o que você achou: