Quem é você, Alasca?

Olá pessoal, tudo bem? Hoje é dia de Eu Indico, e pela primeira vez vamos ter um livro! Ebaaaa! Minha indicação de hoje vai para o livro do queridinho mundial, John Green, Quem é você, Alasca?

quem-é-você-alasca-john-green-01

Vamos começar pelo autor: John Green! Se você nunca ouviu falar, com certeza estava em uma bolha hahah, o “João Verde” foi um dos autores mais falados de 2014/2015, dos mais badalados e dos mais vendidos também, principalmente aqui por terras tupiniquins.

Nascido no estado de Indiana, nos Estados Unidos, tem hoje 38 anos, e já considerou ser pastor episcopal, mas após trabalhar com crianças em um hospital em Chicago decidiu se tornar autor e ajudar as crianças de uma outra forma.

quem-é-você-alasca-john-green-02

Trabalhou com revisão de livros e escrevendo críticas de livros para o famoso jornal, The New York Times. Além de escritor, hoje, tem um canal no YouTube com seu irmão, o VlogBrothers.

Possui diversos livros na lista dos mais vendidos, como o Best seller Quem é você, Alasca?, A culpa é das estrelas, Cidades de papel e O teorema Katherine e na prateleira diversos prêmios literários importantes nos EUA.

quem-é-você-alasca-john-green-06

Quem é você, Alasca? foi o primeiro livro de John Green, lançado nos EUA em 2005, mas só fez sucesso no Brasil após o BOOOM de A Culpa é das Estrelas, em 2013 e conta a história de Miles Halter, um jovem estudante do ensino médio que é fascinado por bibliografias e por saber as últimas palavras das pessoas. Cansado da vida com os pais, ingressa no internato Culver Creek, no Alabama, em busca de viver experiências diferentes, e de encontrar o seu “grande talvez”, como o poeta François Rabelais diz em suas últimas palavras.

quem-é-você-alasca-john-green-05

Lá conhece Alasca Young, um jovem problema, incrivelmente inteligente e sedutora, de quem eu já falei um pouco nesse post, onde a citei como minha paixão literária “badgirl” haha

Apesar de ser um romance por definição, Quem é você, Alasca? tem pouco romance em si, é frenético, louco, e cheio de coisas que apenas quem ainda se lembra de como é ser jovem vai entender.

quem-é-você-alasca-john-green-03

O relacionamento entre os personagens é bem destrutivo e profundo e ao mesmo tempo há certa intelectualidade na loucura deles, como gênios entediados em busca de um porquê para suas existências haha.

É uma leitura bem rápida e fácil, mas te faz questionar muitas coisas que você já fez ou pensou quando era mais jovem (ou agora que é 😉 ) e tem um momento de parar o coração que você jamais esperaria e que vale cada minuto da leitura (não darei spoilers, vão ter que ler! Haha)

quem-é-você-alasca-john-green-04

Com suas 260 páginas, o romance de estréia de John Green vai te deixar, com certeza, desejoso de ler mais desse autor. Como não há relação entre os livros dele, nem alguma evolução involuntária na escrita, não faz muita diferença a ordem em que você vai lê-los, mas se eu puder recomendar, deixe A Culpa é das Estrelas para o final, e leve lenços de papel, muitos haha você vai precisar. Em Quem é você, Alasca? algumas poucas folhas já bastam 😉

quem-é-você-alasca-john-green-07

Gosto muito de livros grossos, 500 páginas para cima, mas esses de 200 e poucas são leituras bem legais para dar uma pausa, ou para quem não está acostumado a ler livros muito grandes. Green escreve para jovens, por isso é amado por eles, e o tradutor do livro, Edmundo Barreiros, fez um ótimo trabalho, tornando a versão brasileira tão leve quanto a original. É bem gostoso ver como um assunto sério, como o abordado no livro, pode ser tratado de forma clara e de fácil entendimento. Ponto para John Green!

Agora resta vocês lerem e me contarem o que acharam! como não é um lançamento, fácil fácil você acha ele em promoção em sites como Americanas, Submarino ou Extra, todos de extrema confiança, compro sempre por lá! 😉

Gostam de indicação de livros? Já leram John Green? Me contem aqui nos comentários!

Me sigam no snapchat em decarvalhoaline, se inscrevam na barra lateral para receber as atualizações do blog diretinho no seu e-mail, em primeira mão e siga nas redes sociais também para receber as atualizações:

Facebook | Twitter | Instagram | Google Plus | Pinterest | YouTube

Beijos e até sexta!

Aline de Carvalho

Sempre amei falar, até descobrir que teclar era falar para lugares onde minha voz não chegava. Paulistana clássica, adoro um shopping, mas esqueço do tempo mesmo é nas livrarias. Vivo com fones nos ouvidos e um livro no nariz, perdida no meu mundinho particular e é ele que divido com vocês aqui, no Vinte e Poucos Anos.

6 Comments

  1. Eu li este livro em 2014 se não me engano, por enquanto é o meu preferido do Tio Verde, eu só não gosto muito que todos os livros dele seguem o mesmo padrão, então nem sempre é uma surpresa o final rsrs.

    • Eu li tem bastante tempo também! Realmente eles tem uma métrica muito parecida, que nem o Dan Brown! Não são livros para grandes surpresas, mas são gostosos pra se divertir e emocionar e refletir haha

      Meu favorito é Teorema Katherine 😉

      Beijão

  2. Gente como tenho preguiça PREGUIÇA de ler livros, pra mim ler tenho que ver umas 339 resenhas do livro antes de ler! Pra mim saber se realmente é muito bom. Morro de medo começar a ler o livro e me decepcionar no final :'( Gostei do post (apesar de não ter o costume de ler livros), gostei do blog, de você, de tudo por aqui. ❤ Um beijo lindona.

    • Jura? Hahaha

      Conheço muita gente assim, mas pra alguém que lê muito como eu é até difícil acreditar que alguém tem preguiça de ler haha

      Dá uma chance pro Green porque ele merece 😉

      Muito obrigada! Seja super bem vinda!
      Beijão

Me conta o que você achou: